segunda-feira, 25 de junho de 2012

domingo, 24 de junho de 2012

Visual Renovado



Nos frascos de plástico, sem a mínima graça, colocam-se autocolantes de flores. Inconveniente: Não saber o que está lá dentro, mas se não forem muitos dá para fixar... ou escrever na base com uma caneta de acetato. E assim ficam originais e românticos.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Soluções campestres


Cabeceira de cama em ferro como toalheiro familiar. Uma solução para fugir aos vulgares toalheiros nada personalizados. O único inconveniente é se as toalhas forem todas da mesma cor... ninguém sabe qual é a sua, por isso mais uma razão para se conjugarem cores diferentes, o que dá uma dinâmica cromática à casa de banho, a contrastar com o branco predominante.


Uma cesta de Pic-nic antiga renova-se com as toalhas por estrear. Sugestão: Pôr algumas folhas de alfazema dentro de cada rolo. O aroma é muito agradável e ao mesmo tempo pode manter-se o cheiro como se estivessem guardadas numa gaveta. Um prazer continuado depois do banho.


Publicidade???? Não, esta é só uma forma de guardar...

É claro e sabido que estes objectos são mais baratos comprados "ao Kilo". Depois fica a dificuldade de encontrar um sítio onde caibam todos juntos. Esta solução, como se pode ver, é simplesmente barata e deixa o espaço dos armários para outras coisas... frascos e boiões que nós tanto gostamos de coleccionar.




Quando o espaço da casa de banho permite, é sempre muito útil o banco que a moda dos anos 50 eternizou. Tanto serve de apoio a qualquer objecto como também convida à companhia... Fiz estas colagens com a técnica do guardanapo, em manta de retalhos a obedecer às cores e ao estilo do ambiente criado. Atenção ao acabamento dado, pois o verniz deve ser resistente à água; aqui utilizei verniz meio brilho, duas camadas.


Imagens plastificadas em cada pega do armário. Foram colocadas apenas com um pouco de "massa cola" precisamente para as substituir em qualquer altura. Faltam duas nas pegas das portas, que ainda estão em dúvida. Recuperar exige muitas vezes criar soluções, neste caso o pano tapa algumas imperfeições do tampo, foi posto como solução imediata à falta de tempo para o reparar. Ou fica assim?
Falando em tempo... mais tarde voltarei às ideias para a casa de banho.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Correio de Antigamente



Já vai sendo altura de mostrar trabalho... e aqui está: Uma composição de papeis rasgados por um coleccionador de selos. Nada mais simples, detalhes de um trabalho maior.  Quis a intenção que o tempo parasse na direcção do remetente. Estes fragmentos deixam-nos adivinhar palavras, apresentam-se incompletas cujo significado ninguém duvida. Daí a sua força e resistência.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Primavera na Quinta






                        XXX
Se quiserem que eu tenha um misticismo, está bem, tenho-o.
Sou místico, mas só com o corpo.
A minha alma é simples e não pensa.

O meu misticismo é não querer saber.
É viver e não pensar nisso.

Não sei o que é a Natureza: canto-a.
Vivo no cimo de um outeiro
Numa casa caiada e sozinha,
E essa é a minha definição.

Alberto Caeiro


sábado, 16 de junho de 2012